Publicidade
Ads
Ads

Vitamina D qual sua importância? Suplementação oral ou injetável?

A   ou calcitriol (um hormônio esteróide) possui múltiplas funções no corpo – possui ação antiinflamatória, modula o sistema imunológico, atua no metabolismo ósseo e nos sistemas cardiovascular, endócrino, nervoso, digestivo, renal e reprodutivo.

Em nosso corpo todas as células possuem receptores para a vitamina D. 

A Vitamina D possui duas formas bioequivalentes:  a vitamina D2 (ergocalciferol) que é obtida de alimentos vegetais e/ou e a vitamina D3 (colecalciferol), obtida quando a pele é exposta a radiação ultravioleta B, bem como pela ingestão alimentar (óleo de peixe, alimentos fortificados – leite, manteiga, iogurte, cereais e soja) ou ainda .

A vitamina D3 em sua forma biologicamente ativa, é sintetizada pela ação da radiação ultravioleta na pele, convertendo o 7-dehidrocolesterol em pré-vitamina D3 e depois em colecalciferol. O colecalciferol age na regulação do crescimento celular, prevenindo a progressão do (reduz a formação da vascularização – fator crucial para que as células neoplásicas se desenvolvam; aumenta a morte dessas células (apoptose); reduz a proliferação celular e as metástases.

O número de pessoas que apresentam níveis de vitamina D abaixo do recomendado vem aumentando. Em indivíduos saudáveis, os  níveis da vitamina D no sangue devem estar entre 40 e 50 ng/ml.

Estudos  indicam que a deficiência de Vitamina D está relacionada com câncer,  doença cardiovascular, diabetes, , esclerose múltipla, distúrbios psiquiátricos e doenças neuro-musculares. 

Quem apresenta maior risco para deficiência de vitamina?

  • Pessoas cuja exposição solar é reduzida ou pelo uso de filtro solar;
  • Pessoas que apresentam diminuição da biodisponibilidade da Vitamina D, relacionadas a doenças que interferem na absorção intestinal tais como as doenças inflamatórias intestinais ou obesidade;
  • Gestantes e mulheres que estão amamentando em que ocorre maior demanda de Vitamina D devido a produção do leite;
  • Usuários de medicamentos que interferem no metabolismo da Vitamina D  (antiepilépticos, antirretrovirais, glicocorticóides e bloqueadores da absorção de gorduras);
  • Portadores de doenças como tuberculose e sarcoidose, doença hepática e renal grave.

Como suplementar vitamina D?

A suplementação está disponível na forma de vitamina D2 (ergocalciferol) e vitamina D3 (colecalciferol), sendo esta última mais potente, pois está relacionada com a conversão do hormônio sob efeito da radiação UVB. 

Fatores como a quantidade de melanina produzida pelo indivíduo, área corporal exposta, estação do ano, latitude são fatores que alteram a absorção.

A vitamina D pode ser administrada por via oral – 7.000 UI diárias por 8 semanas ou 50.000 UI por semana.

Estudos mostram que a administração trimestral ou semestral de vitamina D3 injetável, por via intramuscular, em até 600.000 UI é eficaz e segura, mantendo os níveis de vitamina D no organismo adequados por meses. A vitamina D por via intramuscular têm uma absorção pela circulação sistêmica de forma gradual e prolongada (ela se deposita no tecido intramuscular), assim ela pode ser administrada em altas doses e menor frequência, mantendo os níveis séricos de maneira mais sustentada. Inicialmente ocorre um aumento dos níveis que se mantêm de 3 a 6 meses.

A vitamina D3 quando administrada conjuntamente com a vitamina K2 MK7 propicia um melhor aproveitamento do cálcio (o direcionando para os ossos), evitando o depósito do cálcio em locais não desejados como artérias, articulações e alguns órgãos.

Antes da administração é importante checar os níveis séricos através de exames, inclusive há farmácias que disponibilizam o teste rápido para vitamina D. É importante ressaltar que o exame não substitui o acompanhamento médico, sendo utilizado como triagem com intuito de .





Claudia Rosolia

Tecnóloga em Radiologia e Biomédica Esteta Títulos e Especializações: Mestre em Ciências da Saúde - Oncologia, Doutoranda em Oncologia, Pós graduanda em Biofotônica. Área de atuação: Biomedicina, Estética, Radiologia, Oncologia, Biofotônica / Ensino Instagram: @cosmeceuticaestetica CRBM1: 56.965

Todos os posts

Posts Relacionados

  • All Post
  • Beleza
  • Bem estar
  • Convidados
  • Editorial
  • Entrevistas
  • Estética
  • Notícias
  • Saúde
Fonte Freepik

8 de março de 2024/

Dia Internacional da Mulher – Nossa homenagem será durante todo o mês de março O Dia…

Publicidade
Ads
Ads

Nota: A informação online é valiosa, mas não substitui a consulta médica. Websites oferecem conhecimentos gerais, porém, cada pessoa é única. A avaliação profissional personalizada é crucial para diagnósticos precisos e tratamentos adequados. Autodiagnóstico e automedicação apresentam riscos. Médicos atualizam constantemente seu conhecimento. Consultas regulares são essenciais para detectar precocemente problemas de saúde. Use a internet como complemento educacional, mas confie no profissional de saúde para decisões informadas sobre seu bem-estar.

© 2024 Lume Saúde e Beleza | Todos os direitos reservados | CNPJ: 52.292.734/0001-95

Criado por www.digitalpathx.com.br

Categorias

Tags