Publicidade
Ads
Ads

O Amor Cura – Edvania Tolêdo

Já imaginou o mundo sem amor? Eu não. O amor é um sentimento tão sublime que podemos vê-lo em todas as coisas e pessoas, basta querer. Existem muitos tipos de amor: amor de mãe, amor de pai, amor de irmãos, amor de amigos, amor entre pessoas, amor de homem, amor de , uma infinidade de amores. Porém, é muito importante saber identificar qual tipo de amor nos faz mal: amor abusivo, amor que machuca, amor doentio, amor obsessivo e tantos outros. Mas temos a maior e melhor forma de amar, o amor próprio. Nunca permita ser diminuída por ninguém, absolutamente ninguém. Se assim o fizer, os dados são catastróficos para sua . Tudo começa por nós. Não se pode amar alguém sem primeiro nos amar e nos priorizar, acolhendo nossa criança interior, respeitando nossos limites e aceitando tudo como foi. Só assim o adulto de hoje poderá caminhar sem amarras e livre para viver intensamente o amor. Veja um amor sublime e incondicional, “o amor de mãe”.

Podemos fazer o que for para essa mulher que ela sempre irá nos perdoar. O amor de mãe é tão magnânimo que ela é capaz de doar sua própria vida pela do seu filho. Por amor, ela doa o filho vivo, mas doente, para a ciência, sabendo que pode não tê-lo de volta. Por amor, uma mãe que tem um filho fora da lei o entrega à justiça, tentando desesperadamente protegê-lo dele mesmo. Sem contar a mãe de um filho adicto: quanto amor essa mulher exala para enfrentar esse desafio. Porém, quando imaginei que seria impossível existir uma forma de amor mais intensa, me deparei com o amor de avó. Este realmente é sem nenhum limite, podem acreditar. Imaginem.

Você nasce, cresce, vira adulta e se casa. Para uma mãe, isso já é o ápice. Agora imaginem quando esse filho ou filha tem o seu próprio filho. Só quem pode dizer o que esse amor significa são as próprias avós. Só quem tem esse privilégio pode descrever tal esplendor. Por causa disso tudo, ame: ame você, ame o próximo, mas sempre respeitando suas limitações e todas as formas de amar. Ame mesmo se for preciso se distanciar. O amor não exige proximidade física. Lembrando também do amor dos nossos pets, um amor absolutamente fiel e sem cobranças. Viver sem amor não é viver. O amor está no ar, depende de você agarrá-lo ou não.

Semanas após escrever este texto, me peguei pensativa: o que nos faz não gostar de nós mesmos? Nos colocamos defeitos absurdos, alguns até mesmo que nem existem, sem antes olhar para dentro de nós e ver o que aconteceu na nossa infância, seja bom ou ruim, e que reflete hoje na nossa fase adulta, afetando a nossa e ao ponto de causar esse desequilíbrio. Todavia, nós não estaremos sozinhas; sempre haverá alguém para nos amar, mesmo que não consigamos enxergar. O amor é sublime, sereno e acalenta. Se você se identificar, peça ajuda, não sofra sozinha, pois com toda minha experiência de vida, posso afirmar que o amor cura.

Vamos sempre agradecer por termos chegado à idade que chegamos, seja ela 20, 30, 40, 50 ou 60 anos. Todas essas fases foram incríveis, mas é fundamental agradecer pelo hoje, aqui e agora. A maturidade é incrível, a liberdade que ela traz é maravilhosa, com bom senso, conhecimento, segurança e muito mais. Gosto de ser uma mulher madura, corajosa e determinada. O tempo me fez melhorar como pessoa, mulher e mãe. Entender sem julgar, ajudar sem esperar algo em troca—atitudes que quando mais jovem eu não teria de forma alguma. Tudo que escrevo é para refletir e respeitar nossos pensamentos e sentimentos. Vemos amor no dia e na noite, no sol e na lua, na água, na natureza, tudo exala amor. Quando esse sentimento nos eleva a patamares inexplicáveis, tudo fica melhor, mais doce e mais leve. Experimente sentir e você jamais será o mesmo após conhecer o verdadeiro amor.

Falando em amor, esse sentimento dúbio e inesgotável em todas as suas formas, quem já sentiu lealdade por amor? Nessa linha de pensamento, você trava duras batalhas por ele. Abrimos mão de muitas coisas preciosas em nome dessa lealdade com o codinome de amor, um amor distorcido, doentio e que nos arrasta vida afora por caminhos tortuosos, fazendo com que sejamos capazes de abrir mão da pessoa mais importante do mundo: nós mesmos. É do tipo que destrói e machuca, contudo, é também uma forma de amar. Amor que mata, amor que cura—como seria maravilhoso se o ser humano pudesse escolher a melhor forma de amar. Muitas vezes, não é nem possível diferenciar um do outro, e tudo acaba em uma verdadeira tortura física e emocional para quem o sente.

Quando se fala de história de amor, temos o maior clássico de romance de todos os tempos: Romeu e Julieta. Um amor impossível entre dois jovens de famílias rivais que, por fim, acaba em tragédia. Porém, na vida real é bem diferente. Vejo o amor como um presente que germina boas sementes para o futuro.

Cada um escolhe sua maneira de amar, suave como o vento em um dia de primavera ou intensa como uma forte tempestade com raios. Na realidade, tudo é sempre uma escolha; sempre teremos que escolher qual caminho seguir. Na maioria das vezes, o caminho mais curto será o menos assertivo e o mais longo será o mais vantajoso no final. O certo? Tudo dependerá de quem escolhe.

Edvania Toledo

Cuidadora Profissional

Especialista em cuidados nas áreas de geriatria, psiquiatria e dependência química, sendo em uma unidade hospitalar ou residencial.

Consultoria e Treinamento em

Mentoria

Palestrante

Escritora

Poetisa

Empreendedora

CEO Auxilium Saúde

Mais de 15 anos orientando equipes de cuidadores

Voluntária da Associação de Apoio a Criança com , Casa Ronald McDonald no Rio de Janeiro – RJ.

Telefone: (21) 98146-2331

Instagram: @edvaniatoledo

Redação Lume

Somos a redação da Lume, buscamos em sites relacionados com Saúde, Beleza, Estética e Bem-estar informações relevantes no mundo para você.Se quiser publicar a sua matéria em nosso portal envie e-mail para redacao@lumesaudeebeleza.com.br

Todos os posts

Posts Relacionados

  • All Post
  • Beleza
  • Bem estar
  • Convidados
  • Editorial
  • Entrevistas
  • Estética
  • Notícias
  • Saúde
Fonte Freepik

8 de março de 2024/

Dia Internacional da Mulher – Nossa homenagem será durante todo o mês de março O Dia…

Publicidade
Ads
Ads

Nota: A informação online é valiosa, mas não substitui a consulta médica. Websites oferecem conhecimentos gerais, porém, cada pessoa é única. A avaliação profissional personalizada é crucial para diagnósticos precisos e tratamentos adequados. Autodiagnóstico e automedicação apresentam riscos. Médicos atualizam constantemente seu conhecimento. Consultas regulares são essenciais para detectar precocemente problemas de saúde. Use a internet como complemento educacional, mas confie no profissional de saúde para decisões informadas sobre seu bem-estar.

© 2024 Lume Saúde e Beleza | Todos os direitos reservados | CNPJ: 52.292.734/0001-95

Criado por www.digitalpathx.com.br

Categorias

Tags